"Il le fait."

Tradução:Ele o faz.

August 21, 2015

8 Comentários


https://www.duolingo.com/ElianeMart12

No Brasil não se diz 'fá-lo'

January 21, 2016

https://www.duolingo.com/PereiraAntonio

Diz sim. A maioria não conhece, mas as pessoas que estudam falam corretamente. A maneira popular não é a única falada no Brasil.

November 19, 2017

https://www.duolingo.com/Flammerzito

Fá-lo é usado no português de Portugal. Não no brasileiro.

April 6, 2016

https://www.duolingo.com/LuanaOlive251455

Não é português do Brasil? -.-

November 22, 2016

https://www.duolingo.com/Australis

Os moderadores do curso se esforçam para aceitar o máximo de variantes possíveis nas respostas. Se alguma resposta usada no Brasil não está sendo aceita basta reportá-la através do botão "reporte um problema" que aparece durante o exercício.

November 22, 2016

https://www.duolingo.com/acdantas

Esta é uma dúvida referente à língua portuguesa, e não ao curso de francês, ok? Faz um tempo que tive aulas de gramática, mas... tinha aprendido que "pronome puxa pronome", por isso dizemos "eu a vi", e não "eu vi-a". Agora estou curiosa: qual é a regra certa pra escolher entre próclise e ênclise? E as regras gramaticais, são as mesmas em Portugal e no Brasil? (Não estou falando das óbvias diferenças de estilo, especialmente na língua falada. Quero saber na gramática mesmo, a que ensinam na escola, mas que o falante comum não segue à risca.) Porque, assumindo que eu aprendi certo e que as regras sejam as mesmas, "eu vi-a"(pt-eu) seria tão errado quanto "eu vi ela"(pt-br).

July 19, 2017

https://www.duolingo.com/ruama_semtempo

Seguem as orientações para colocação pronominal do Manual de Redação da Presidência da República - 2ª Edição (Brasil): http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/manual.htm.

Como você pode ver no item "9.2.5.2. Próclise", pronome pessoal do caso reto (Eu, Tu, Ele/Ela, Nós, Vós, Eles/Elas) não é palavra atrativa de próclise. Segundo a mesma publicação, os únicos pronomes com essa característica são os pronomes interrogativos e relativos, mais os pronomes indefinidos de valor negativo (nada, ninguém, nenhum).

O que fica subentendido é que tanto próclise quanto ênclise são opcionais para frases como no exemplo do Duolingo - "Ele o faz" ou "Ele fá-lo", uma vez que não há palavra atrativa que torne a próclise obrigatória, nem o verbo está em uma das formas (infinitivo ou gerúndio) que exigem a ocorrência de ênclise, tampouco o pronome oblíquo inicia a frase caso esteja em próclise (o que seria um erro gramatical).

Mas é importante ressaltar que as orientações do mesmo manual são mandatórias para a Comunicação Oficial, visando a sua padronização, simplificação e clareza. As informações ali presentes não são oficiais perante toda a língua portuguesa praticada no Brasil e podem divergir do conteúdo de outras publicações de gramática normativa. Por exemplo, eu já encontrei algumas publicações que incluem os pronomes indefinidos (alguém, outro, algum, etc.) entre as palavras atrativas de próclise. O Manual de Redação também não menciona a exigência de próclise em orações optativas, como "Deus te abençõe", afinal é improvável encontrar esse tipo de frase na redação oficial. Mas eu nunca encontrei uma publicação que incluísse os pronomes retos entre as palavras atrativas de próclise.

Quanto às regras praticadas em Portugal, não sei! hahaha

October 22, 2017

https://www.duolingo.com/Shirlei524548

Não se fala dessa forma no Brasil

November 26, 2017
Aprenda Francês em apenas 5 minutos por dia. De graça.