"Kiom da lano mi devas aĉeti por triki ĉapelon?"

Tradução:Quanto de lã eu devo comprar para tricotar um chapéu?

June 28, 2018

5 Comentários


https://www.duolingo.com/bmBYbahV

Tratando-se de uma pergunta, "devo eu" seria mais correcto, embora o "eu" seja dispensável.

June 28, 2018

https://www.duolingo.com/Marcionilo.

Farite! Dankon pro la komento, kara portugalano! :)

June 28, 2018

https://www.duolingo.com/bmBYbahV

Nedankinde! :)

June 28, 2018

https://www.duolingo.com/1067441159

Onde está o erro?????????

June 29, 2018

https://www.duolingo.com/bmBYbahV

caro 1067441159,

não tenho bem a certeza do erro que referes, mas alguns erros conseguem ser muito frustrantes.

Se te referes ao motivo do primeiro comentário, foi o facto de "Quanto de lã devo eu comprar para tricotar um chapéu?" não validar, mas já valida porque o Marcionilo adicionou essa possibilidade. Daí o "Farite!"

Se te referes a dar erro "Você usou a palavra errada" e não aparecer nenhuma palavra sublinhada, acho que é um "bug". Já não tenho a certeza se foi nesta pergunta que encontrei esse erro, eventualmente se as palavras estiverem lá, mas por uma ordem considerada errada pelo autor do exercício, pode ter escapado algum tipo de verificação e dar erro sem indicar a palavra em causa.

Não sei bem como funcionam os algoritmos de verificação (nem o interface de geração e correcção de exercícios) pelo que estou mesmo só a especular.

Tipicamente, se não percebo exactamente o que a aplicação pretende e ela não me dá um erro compreensível, provoco um erro diferente (escrevo a frase de modo diferente mas que eu considere igualmente válida) para que a aplicação o valide ou me devolva um erro mais digerível. Neste caso, terei provavelmente tirado o "eu", mas com tantas perguntas já não posso o garantir (tenho um daqueles cérebros optimizados, que tendem a recordar só aquilo que lhes interessa no imediato :), ninguém é perfeito, não é?). claro que é um bocado chato quando acontece, mas acho que é por isso que o curso ainda está em beta.

De qualquer modo, se explicares melhor o erro que encontraste, é provável que eles o corrijam com mais facilidade.

A minha experiência é a de que "reportar" e "comentar" é encorajado e que geralmente os erros reportados são corrigidos (nem sempre em todas as instâncias do mesmo erro, mas é só uma questão de reportar quando os encontramos).

Bom estudo!

PS: desculpa a extensão do comentário, poder de síntese não é o meu forte.

June 29, 2018
Aprenda Esperanto em apenas 5 minutos por dia. De graça.