https://www.duolingo.com/arthur.augusto40

Ficar fluente não é tão difícil

  1. Incompetência inconsciente Antes de começar a aprender uma nova habilidade, você é incompetente… Mas tem uma coisa a mais: Você nem está mesmo consciente da sua própria incompetência. Você não sabe o que fazer… mas você também não sabe o quanto você não sabe! Em termos de idiomas, isso significa que a única coisa que você percebe sobre uma língua estrangeira é a seguinte: Você não a fala. Mas você não tem nem ideia da gramática, por exemplo. Você nem sabe dos desafios ainda. Além de não saber a gramática, você nem sabe de todas as coisas que você não sabe… O caminho está completamente na escuridão.
  2. Incompetência consciente Uma vez que você começar a estudar o novo idioma, você percebe que há muito a aprender… Mais do que pareceu à primeira vista. De repente você está dolorosamente consciente de que não é apenas uma questão de aprender algumas palavras… Há preposições e pronomes e substantivos e adjetivos e subjuntivos e tempos e conjugações… E um milhão de outras coisas diferentes. O caminho à frente já não está mais na escuridão… Mas ele parece um caminho longo e intimidante. Muitos alunos desistem neste ponto, ou eles se desanimam tanto que progridem muito lentamente. Mas quando a gente percebe que o progresso é rápido e que a gente está chegando perto de atingir a nossa meta, é muito mais fácil ficar motivado. Mas não se preocupe… É só tomar esse caminho em pequenos pedaços – assim você chega lá, e rapidamente.
  3. Competência consciente Depois de praticar a língua por um tempo, você começa a melhorar bastante. Você está aprendendo cada vez mais palavras, você está começando a formar frases, e você já pode entender o que as pessoas estão falando. Você pode até escrever e-mails numa língua estrangeira, e ler livros… E talvez você até já esteja começando a manter uma conversa. Mas você ainda está muito consciente de tudo que está fazendo… O caminho não está na escuridão, e você pode vê-lo… Mas você ainda tem que prestar muita atenção em cada passo, e tomar muito cuidado para não fazer nenhum erro. Falar o idioma requer toda a sua atenção consciente… E toda a sua concentração. Você provavelmente está pensando em português ainda, e traduzindo cada pensamento na língua estrangeira.
  4. Competência inconsciente Se você continuar os seus estudos neste momento, você vai ficar tão fluente e tão hábil que você pode fazer tudo certo… Sem sequer ter que pensar. Agora você está competente… mas você já se tornou inconsciente do que você está fazendo. E olha, você já atingiu este nível na sua língua nativa: Quando você fala português, você utiliza as preposições corretas, sem sequer pensar nas regras.O caminho está na escuridão novamente, que nem no início… Mas dessa vez, você o conhece tão bem que você pode caminhar com os olhos vendados… sem problema. Quando você chega neste ponto, você começa a pensar na língua estrangeira em vez de traduzir mentalmente. A partir deste momento, você também começa a sonhar na língua estrangeira. Este é o último nível de habilidade: a competência inconsciente. Uma Coisa Importante: Tem mais uma coisa importante que você precisa saber: Não é só a língua inteira que passa por essas quatro fases.. senão TUDO que você aprende. Quando você aprende uma nova regra gramatical, primeiro você vai ser inconscientemente incompetente enquanto à aplicação dessa regra. Depois, você se torna consciente da sua incompetência, antes de atingir a competência… E finalmente, você vai aplicar a nova regra corretamente e sem mesmo ter que pensar. E a maneira de avançar de uma fase para a próxima é simples: REPETIÇÃO! Como os americanos dizem: “repetition is the mother of skill” – a repetição é a mãe das habilidades. E isso é o motivo porque é tão importante fazer exercícios que treinam as mesmas habilidades várias vezes. Os americanos têm uma palavra para isso também: “(to) drill”, ou seja… “furar” a nova habilidade na nossa mente. Mas ó… Cuidado! Isso não quer dizer que você deve fazer o mesmo exercício muitas vezes. Você deve, mais bem, fazer muitos exercícios diferentes que treinam a mesma habilidade. Pense nas últimas cinco coisas que você aprendeu… Qual delas já é fácil para você – tão fácil que você nem precisa pensar mais? E qual ainda é tão difícil que você nem enxerga o caminho inteiro ainda? Vale a pena ficar consciente desse processo, pois assim você sempre sabe onde você está e para onde você está indo. Assunto que assusta muita gente, mas que pode ser bem mais simples do que você provavelmente imagina!
3 anos atrás

4 Comentários


https://www.duolingo.com/Genesiorodrigues

gostei!!! merece muitos lingots!. parabéns!

3 anos atrás

https://www.duolingo.com/Michael_Nicolas

Ótimo texto, obrigado por compartilha-lo.

3 anos atrás

https://www.duolingo.com/EnddyGarcia

Com esforço e com o passar do tempo tudo vai fluindo. Depende de paciência e empenho. Ótimo texto!

3 anos atrás

https://www.duolingo.com/ThallesLav1

Muito bom esse texto!!! Gostei... É de algum livro?

1 ano atrás
Aprenda um idioma em apenas 5 minutos por dia. De graça.